Feeds:
Posts
Comentários

Archive for janeiro \28\UTC 2010

por Carlos Thompson

Muitas coisas têm me impressionado em meio ao terrível aguaceiro que se abate sobre São Paulo nas últimas semanas.

Primeiramente, como é pesada e triste a vida de quem depende do poder público para sobreviver, nas periferias e em regiões mais centrais, mas próximas a córregos. São tratadas, estas pessoas, como cidadãos de terceira categoria. Moram irregularmente, em regiões de manancial, barrancos, áreas sem infraestrutura alguma, e fica tudo por isso mesmo.

Além disso, fica claro que São Paulo terá de reverter o processo de asfaltamento de suas ruas e avenidas, sob pena de continuar impermeabilizada e, portanto, sujeita a enchentes mesmo com chuvas mais normais do que estas de janeiro.

Uma terceira constatação é que nunca ouvimos, lemos e vimos tantas referências a desastres climáticos. O pobre Haiti foi devastado por um terremoto, que terminou o serviço que os países ricos e governantes incapazes começaram, de destruição da qualidade de vida de sua população. Terremoto no Haiti, El Niño, confluência de umidade, oceanos aquecidos. Teríamos que trabalhar, rapidamente, para nos preparar para o pior, em termos climáticos. O que fazemos? Bem, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, culpa a natureza. Só tem razão, em parte, com relação ao lixo jogado em bueiros, córregos, rios e nas ruas.

As autoridades, contudo, bateram roupa. Demoraram a reagir, e não têm propostas inovadoras. Lembro que, há algum tempo, um dos candidatos a prefeito de São Paulo tratou do tema impermeabilização de ruas. Sugeriu o retorno aos vários tipos de piso porosos, no calçamento das ruas.

Qual a parte da mídia nisto tudo? A dificuldade de cobrir tantas catástrofes, de chegar ao âmago da questão, a inoperância dos governantes (municipal, estadual e federal), e o modelo errado de urbanização da capital paulista.

As chuvas deixaram mais do que desabrigados, feridos, mortos e caos urbano. Deixaram-nos a certeza de que não estamos preparados para as mudanças climáticas, nem para as águas de janeiro, parodiando a canção de Tom Jobim.

É pau, é pedra, é o fim do caminho.

Read Full Post »

O tempo não para! Aquele considerado como uma quarta dimensão do contínuo espaço-tempo do Universo, que possui três dimensões espaciais e uma temporal.Todo ano, promessas e compromissos assumem que tudo vai ser diferente no novo tempo.

Trabalhar menos, curtir a vida. Reunir os amigos e comemorar. Sempre. Ler mais, ser mais produtivo, adquirir conhecimento. Ser mais amigo de todo mundo. Vencer desafios. Impedir que vendavais e chuva varram as palavras dos nossos planos, que provoquem enchentes, desabrigados.

Aproveitar a Internet 2.0 e ser mais interativo. Usar as mídias sociais para falar e principalmente para ouvir.

Vamos ser mais amigos de nossos clientes, parceiros, cúmplices. Vamos sugerir mais e esperar menos reconhecimento. Neste ano, como já temos feito ao longo dos 22 anos da Casa da Notícia, queremos construir e melhorar a reputação de nossos clientes. Queremos ganhar junto.

Começamos sugerindo a criação de um banco de dados, para facilitar nossas consultas a dados estratégicos de mercado e de negócios.

Esse nosso novo tempo, pode ser chamado de Ano do Conhecimento. Conhecimento Estratégico, Cultural e Pessoal.

Read Full Post »

Ano do tigre, no calendário chinês, e da sustentabilidade, 2010 também pode ser o Ano do Conhecimento. Como a primeira década deste século 21 foi marcada por novas experiências científicas, conquistas tecnológicas, mudanças climáticas e crise mundial, chegou a hora de entendermos melhor nosso planeta, nossas vidas e nossa missão.

Por isso, 2010 – que marca o início da segunda década do século – pode ser dedicado ao Conhecimento.

Vamos produzir uma série de informações estratégicas, artigos e textos de interesse pessoal e profissional.

Essas informações poderão postadas em um Blog, permitindo a interação de todos, com comentários, sugestões e dúvidas. Todos os colaboradores poderão fazer perguntas aos dirigentes da empresa, por meio do Blog, estabelecendo uma linha de diálogo, com o objetivo de esclarecer e gerar Conhecimento, para que possamos contribuir para o crescimento ainda maior de cada empresa-cliente em seu mercado de atuação.

Casa da Notícia Comunicação Global

Read Full Post »