Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘redes sociais’

O céu é seu

Por Nereu Leme

 Nas horas difíceis, você é daqueles que olham para o céu ou dos que esperam que o céu olhe para você?

Se você é dos que olham para o céu, é bom saber que está olhando para o passado. A luz das estrelas demora anos-luz para chegar à Terra. A Próxima do Centauro (mais próxima de nós, depois do Sol) está a uma distância de 40 trilhões de quilômetros de nós. Isso quer dizer que a luz dessa estrela leva 4,2 anos para chegar até aqui. Das outras então…

Assim, não adianta olhar para céu e ficar esperando que tudo caia do céu! Não cai. Ou melhor, alguma coisa pode cair como um pedaço de estrela em forma de asteróide, do grego aster, estrela, e oide, semelhante.

Então o melhor mesmo é o céu olhar por você ou para você. Mas, o que ele vê? Imagine uma mudança de perspectiva: você está olhando para o céu e, de repente, a lente do observador gira 180 graus – como num desenho animado – e o observador passa a ser observado. Tipo aquela história, em que um dia é da caça e outro do caçador.

Você merece ser ajudado? Qual a percepção que o mundo tem de você ou de sua empresa? Sua empresa tem a reputação que você imagina?

Coloque-se no lugar do céu. Pronto, agora o céu é seu!

Olho para baixo e vejo um mundo azul acinzentado e um monte de gente de boca aberta esperando que tudo caia do céu. Ok, o céu venceu. Não derrame mais nada. Vou construir meu próprio mundinho.

E, de quebra, vou aproveitar as oportunidades das chamadas mídias sociais, a comunicação 2ponto0, e vou contar meus sucessos antes que meus inimigos contem meus fracassos. E como?

Em comunicação, dizemos que sempre existe uma notícia largada no canto de uma das salas da empresa. É só olhar com cuidado e resgatá-la: um novo processo produtivo, uma mudança administrativa, mudança de logotipo, novo site, nova sede, novo telefone.

Tudo isso é informação. Coloque essa informação num e-mail, ou em uma newsletter bem feitinha e dispare para seu público-alvo. Claro que antes é preciso definir a quem interessa essa notícia. Entre nos sites de relacionamento Plaxo, Facebook, LinkedIn, Myspace, Youtube, Twitter e faça contatos com amigos, clientes, vizinhos, prospects e conte suas novidades para eles. Monte um blog gratuito. Comunique-se.

Essa comunicação pessoal ou individual vai criar uma rede de relacionamentos. Estimule seus funcionários a visitarem essa rede de relacionamentos. Peça a eles para contribuírem com notícias, informações gerais. Comente os resultados econômicos do País e faça uma relação com seu negócio. Tenha opinião, manifeste-se.

E, quando a informação for realmente muito boa mande para um jornal. Quando ela for publicada envie para todo o seu mailing. Se possível, faça um anúncio pago da principal conquista de sua empresa e depois envie esse anúncio para seu público-alvo.

Conte as novidades, use as facilidades da comunicação 2.0 e não fique esperando que as melhorias caiam do céu.

Anúncios

Read Full Post »

 O fim da boa reputação em apenas um clique

Por Vanessa Xavier 

A maior influência de consumo está diretamente ligada ao relacionamento de confiança entre quem indica e quem compra. Por isso, seja um produto ou serviço a decisão de compra depende da informação que o consumidor recebe de um amigo, familiar ou veículo de informação com credibilidade.

Ainda hoje, com ou sem crise, companhias nacionais e multinacionais investem em campanhas de publicidade milionárias para criar e manter a reputação de suas marcas. E, para deixar produtos, slogans, jingles na boca do povo.

Mas somente algumas poucas empresas já se deram conta que em apenas um clique sua boa reputação pode ser abalada causando estragos talvez irreversíveis.

Por isso, empresas e instituições estão começando um movimento de olho na voz do cliente, ou melhor, nas palavras do cliente. Seja por meio de websites de reclamação organizados como o reclameaqui.com.br, de redes sociais como Orkut, que exibe centenas de comunidades contra algo ou alguém como os casos da “eu odeio a Rede Globo” com mais de 66 mil pessoas ou a “eu odeio a Telefônica” com cerca de 100 comunidades de mesmo nome, sendo que a maior tem quase 19 mil integrantes, ou em blogs e microblogs (twitter), o internauta, sua excelência o consumidor, expõe suas queixas e tem o poder de destruir reputações.

Então, fique atento ao que estão falando por aí sobre sua empresa ou produto, ou melhor, ali no mundo virtual onde o consumidor grita e é ouvido, possivelmente, no mundo todo. Diga-me o que falam de você e te direi quem és…

*Diretora da Casa da Notícia Comunicação – filial Mogi das Cruzes

Veja o artigo publicado no O Diário de Mogi

Read Full Post »